sábado, 1 de outubro de 2016

* ~ A Consagração de Objetos

A maioria de nós (se não, todos rs) com certeza já leu por ai sobre essa tal “consagração”, mas nem todos sabem o significado e o porque se realiza uma consagração de objetos.

Será que é uma coisa necessária? Bom... Depende muito do ponto de vista de cada bruxo, mas a grande maioria (que eu conheço) acha que sim, é importante realizar a consagração.

E o que é isso então? Uma consagração é a apresentação de um objeto aos deuses, é o ato de tornar aquele objeto sagrado. É também determinar a função mágica daquilo que você pretende consagrar.
Por exemplo: Um caldeirão é apenas um caldeirão, o que o torna o útero sagrado da Deusa capaz de transformar e nutrir é a consagração.
Geralmente todos os objetos que compõe um altar, são objetos consagrados, pois o altar é o seu cantinho sagrado, e nada mais justo apresentar tudo o que há nele para os deuses.

Então a consagração serve para transformarmos um objeto comum em algo cheio de magia e sagrado.

E como realizamos essa consagração?

Antes de tudo, é necessário realizar uma purificação em cada objeto, eu já expliquei o porque e como fazer no post “A Importância daPurificação”.
Pois bem, depois que seus objetos estiverem devidamente purificados, ai sim é a hora de consagrar.

Cada bruxo utiliza uma técnica diferente, de preferência aquela que ele acredita ser melhor, ou até desenvolve a sua própria maneira.

O melhor momento para fazer a consagração é na Lua Crescente ou na Lua Cheia, pois é a época ideal para colocar energia no que se deseja.

O melhor dia, caso você trabalhe com a tabela planetária, é o Domingo regido pelo Sol, a Segunda-feira regida pela Lua, ou a Sexta-feira que é regida por Vênus :)

Algumas técnicas:

Você pode utilizar dos quatro elementos para realizar a consagração, assim como utilizou na purificação. É bem simples :)

Pela terra: coloque o objeto num punhado de terra (ou num vaso) dizendo: Eu consagro (nome do objeto) pela força da terra.

Pela água: molhe seus dedos e esparja sobre o objeto, dizendo: Eu consagro (nome do objeto) pela água.

Pelo fogo: você passa o objeto acima da chama de uma vela, dizendo o porque daquilo, por exemplo: Eu consagro (nome do objeto) pelo poder do fogo. (Cuidado para não se queimar).

Pelo ar: passe o objeto pela fumaça do incenso dizendo: Eu consagro (nome do objeto) pelo ar.

No final segure o objeto e o apresente a Deusa e ao Deus, dizendo: Eu consagro (nome do objeto) para que me auxilie em meus trabalhos mágicos (ou neste momento determine a função do objeto).

Mas lembre-se alguns materiais podem ser danificados pela água ou pelo fogo, e se estiver com dúvidas sobre isso, utilize de outros métodos para realizar a consagração.

Uma técnica bem simples de consagração, mas que funciona, é você (dentro do círculo) segurar o objeto, apresentá-lo aos Deuses e dizer para que ele servirá.

Mas caso não possa realizar as técnicas anteriores, conheço uma outra maneira bem simples, utilizando o pentagrama de invocação/consagração:
Lembrando que o círculo do pentagrama deve ser feito no sentido horário, para que assim as energias possam se fixar.


Ah, antes que eu me esqueça, faça o rito de consagração quando estiver bem, não adianta tentar realizar algo importante com a cabeça cheia, então relaxe e planeje bem o ritual ;)

É isso gente, espero que tenham gostado das dicas que passei aqui.

Caso você faça de uma maneira diferente, nos conte nos comentários.

Abençoados sejam todos e até a próxima :D



Tem alguma dúvida ou quer contar algum relato? Mande um e-mail para: trivialunawicca@gmail.com ;)




Importante: A reprodução total ou parcial deste conteúdo é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com ou sem fins lucrativos, em qualquer meio de comunicação, incluindo a internet, sem aprovação do autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
By Trívia Luna