quarta-feira, 25 de novembro de 2015

* ~ Os 13 princípios da crença Wicca.

Hoje trataremos de um documento, consideravelmente importante para a maioria dos wiccanos. Você certamente já deve ter se deparado com ele, mas sabe como este documento surgiu? E como ele está disponível a todos que tem interesse e acesso à internet?

Vamos lá então... rs

Em 1973 foi criado la nos Estados Unidos o Conselho Americano de Bruxos (ACW), por Carl Llewellyn (falecido em novembro de 2015).
Os pagãos que conhecem este conselho podem pensar nele como um grande fracasso, pois não durou mais de um ano, depois do ACW mais dois conselhos o seguiram, que também falharam, somente em 1975 o “Pacto da Deusa” (Covenant of the Goddess) foi organizado e este ano completou 40 anos de fundação.

Voltando a falar do ACW, este foi um conselho que durou pouco tempo, mas que produziu um documento intitulado de “Treze Princípios da crença Wicca”. Documento que foi incorporado no Manual do Capelão Militar em 78, e publicado em 2001.

Nos dias de hoje este documento ainda é lembrado e posto em prática por muitos da religião wicca.

Vamos agora lembrar (pra quem já conhece) ou conhecer (para aqueles que nunca haviam se deparado com eles) os 13 princípios wiccanos. Estes princípios são:

1. Nós praticamos os rituais para nos sintonizarmos com o ritmo natural das forças vitais marcadas pelas fases da Lua e dos feriados sazonais.

2. Nós reconhecemos que a nossa inteligência nos dá uma responsabilidade única em relação ao nosso meio ambiente. Nós procuramos viver em harmonia com a Natureza, em equilíbrio ecológico oferecendo uma completa satisfação à vida e à consciência, dentro de um conceito evolucionário.

3. Nós reconhecemos um profundo poder muito maior do que seja aparente para uma pessoa “comum”. Por ser tão maior que o originário algumas vezes é chamado de “sobrenatural”, mas somente o vemos como algo naturalmente potencial a todos.

4. Nós vemos o Poder Criativo no universo como algo que se manifesta através da polaridade – como masculino e feminino – e que ao mesmo tempo este Poder Criativo vive dentro de todas as pessoas e funções através da interação do masculino e feminino. Não damos valor um acima do outro, sabendo que cada um é complementar do outro. Valorizamos o sexo como prazer, como o símbolo e manifestação da vida e como uma das fontes de energia utilizada nas práticas mágicas e na veneração religiosa.

5. Nós reconhecemos tanto o mundo externo como o interno ou psíquico, mundos que às vezes são conhecidos como mundo espiritual, ou Inconsciente Coletivo, etc. Vendo na interação destas dimensões a base para os fenômenos paranormais e os exercícios mágicos. Não negligenciamos qualquer das dimensões, considerando ambas como necessárias para nossa realização.

6. Não reconhecemos nenhuma hierarquia autoritária, mas sim honramos aos que ensinam, respeitamos aqueles que compartilham os seus conhecimentos e sabedoria e apreciamos aos que corajosamente se dedicam a ser mestres e professores.

7. Nós consideramos que a religião, a magia e a sabedoria sendo unidas em nossa forma de contemplar e viver dentro do mundo e identificamos esta filosofia e visão mundial como a Wicca.

8. Chamar a si mesmo de “bruxa(o)” não constitui ser um(a) bruxa(o) e tão pouco o faz a herança em si, nem a coleção de títulos, graus e iniciações. Uma Bruxa(o) procura controlar as forças vitais dentro de si mesmo a fim de possivelmente viver de maneira sábia, em harmonia com a natureza e sem prejudicar a ninguém.

9. Nós afirmamos a nossa crença na vida, na continuidade do progresso, na evolução e no desenvolver da consciência, os quais dão um significado ao universo conhecido por mais e o nosso papel pessoal dentro dele.

10. Nossa única animosidade contra o Cristianismo ou contra quaisquer outras religiões ou filosofias reside no fato de suas instituições terem clamado ser “o único e verdadeiro caminho e a ser lutado para negar a liberdade a outros e reprimir diferentes modos de prática religiosa e crenças”.

11. Como Bruxas(os) não nos sentimos ameaçados sobre a história da arte, as origens dos diversos termos, e a legitimidade de vários aspectos de diferentes Tradições. Estamos interessados unicamente com nosso presente e com nosso futuro.

12. Não aceitamos o conceito de mal absoluto, nem adoramos nenhuma entidade conhecida como “Satanás” ou “Diabo”, tal como define a Tradição Cristã. Não buscamos o poder através do sofrimento dos demais e nem permitimos que se obtenha algum beneficio pessoal por tais meios.

13. Nós acreditamos que devemos buscar dentro da natureza o necessário para a nossa saúde e o nosso bem-estar.



Estes princípios podem parecer confusos, pois já foram traduzidos e retraduzidos. Alguns bruxos não concordam com todos eles, mas temos que levar em consideração que não fomos nós que elegemos eles os princípios wiccanos, então não é errado você descordar de algum. Na wicca temos a liberdade de escolha, ninguém é obrigado a nada, os princípios estão ai para referência, e contribui significativamente para a wicca moderna. Mas lembre-se concordar ou não é de cada um.

Espero que tenham gostado.

Qualquer dúvida ou sugestão deixe nos comentários que nós respondemos. ;)

Assista o vídeo sobre os 13 princípios wiccanos do canal aWicca TV




Importante: A reprodução total ou parcial deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com ou sem fins lucrativos, em qualquer meio de comunicação, incluindo a internet, sem aprovação do autor.

6 comentários:

  1. Mais uma matéria maravilhosa!!! Amei amei amei <3
    Se n conhecermos a historia da wicca n saberemos nossas bases e n entenderemos como chegamos ate aqui. Valew mesmo pelo post muito esclarecedor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão Magovi, que bom que gostou do texto!! :)

      Excluir
  2. E verdade mesmo como magovi falou agente tem que sabe sobre a historia da wicca.Adorei o video ta de parabens Arian amei tbm otima explicacao sobre os 13 principios da crenca da wicca.bjsss saudades Arian de sua amiga te ama muito bjsss bruxescos.Blessed be s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão!! Fico muitíssimo feliz que gostou do texto!! Também sinto saudades minha querida irmã. :)

      Excluir
  3. Arian e como magovi falou e verdade agente tem que conhecer a historia da wicca pra sabe aonde veio os 13 principios da wicca a base se nao agente nunca saberemos como a magia e td o que envolve a wicca.Arian adorei o video sobre a materia 13 principios da wicca amei amei amei ta de parabens vc e o magovi.Amando os videos que venham muitos e mais e mais videos.Saudades de vc Arian que a Deusa e o Deus Abencoe grandemente vcs dois bjsss encantados.Blessed be.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, temos que saber a origem e historia da wicca, isso é de extrema importância. Fico imensamente feliz pelo seu comentário, que bom que gostou do vídeo!! Abençoada sejas minha querida e amada irmã!! :)

      Excluir

 
By Trívia Luna